TST mantém decisão que reconheceu vínculo empregatício com corretor de imóveis